muita coisa mudou.


Muita coisa mudou desde que tiveram a ideia de normalizar. As regras são outras e algumas são boas sim!
Quem disse que toda regra é ruim e que esta foi feita para ser quebrada?
Eu não penso dessa maneira esquerdocrática, mas confesso que pensar em ideia sem acento no e e pedir para parar como quem liga duas palavras não será tão fácil quanto parece.
E o pelo??
Não,não estou falando da preposição alterada per + artigo o, falo do pelo de gato, dos pelos da perna e do pelo do urso. Parece que falta algo.
Não usar o trema foi uma das melhores mudanças. Ele existia por que mesmo?
Outra coisa boa é não precisar usar o chapéu (^) em voo, enjoo, perdoo, leem... é bem mais prático assim.
Ainda bem que pode ser usado o circunflexo no pôde. Isso se mantem inalterado, que ótimo!
Poder dizer que 'a apresentação de ontem não pôde ser realizada no horário combinado, mas amanhã ela pode se realizar conforme o combinado' é bem mais intuitivo.
E já que me permitem escolher, prefiro continuar acentuando a fôrma de bolo porque acho que não tem nada a ver com a forma das coisas.
E é isso, não podemos ser antissociais a ponto de ignorar as novas regras da escrita.



A implantaçao das novas regras desse Acordo é um passo importante em direção à criação de uma ortografia unificada para o português, a ser usada por todos os países que tenham o português como língua oficial:
Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor Leste.

2 comentários:

O Profeta disse...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz


Vem tocar uma Viola de dois corações



Mágico beijo

Donaella disse...

Eu nunca entendi porque que não falamos portuguê de portugal, não já estava la , pronta? A Inglaterra foi lá, colonizou, não ferrou e as regras ortográficas são as mesmas, mas a forma de falar, as gírias, a entonação são outras, mas regra é regra... Daí fomos criando e isso é coisa difícil. Hoje, recriamos!
Mas, enfim, sorte dos que nasceram agora, estão fora dessa relinguística...
pensando aqui, um um!
:P
bj

Postar um comentário

Deixe seu lapso aqui.