terça-feira, 31 de março de 2009

meus pés e meu paradoxo.

meus pés me aguentam o dia inteiro, me ajudam a chegar onde quero e suportam inúmeras superfícies.
são o meu melhor guia.
por mar, por terra ou por ar...
quanto mais longe os levo, mais longe quero chegar.
quanto mais distante estou, mais vontade tenho de trazê-los de volta para casa.

sexta-feira, 6 de março de 2009

na mala de um viajante.


Parei para pensar o que cabia na mala de um viajante. 
De cara pensei em roupas,sapatos,meias,toalha,escova de dente,pasta e acessórios em geral.
Não me enganei, um viajante leva consigo estes itens. 
Só não posso esquecer que ele nunca deve deixar de lado o principal: o espírito.
Apesar de ser grandioso, o espírito da aventura e da (re)descoberta sempre cabe nos seus pertences.
De lado deve ficar o nervosismo e a insegurança porque se um viajante vai para algum lugar é sinal que algo o espera do lado de lá e estes dois itens só tendem a atrapalhar.

Bem, agora o sino bateu! Chegou a hora de arrumar a minha mala pois é nela que carrego todos os meus sonhos do mundo.
Não posso esquecer de nada que devo levar e tenho que esquecer o que não irei precisar por lá.

segunda-feira, 2 de março de 2009

tremiliques na perna.


Tremilique na perna é a sensação de tremor que me dá toda vez que estou diante do inexplicável. Não acontece sempre, muito pelo contrário, logo, o charme dessa sensação vem disso. Se acontecesse continuamente seria uma repetição e isto não é tão bom quando se gosta do novo. A última tremura não veio com toque, veio com um olhar e uma noite. Não escutei o som e não me atentei aos gestos, mas quando dei por mim, parte do que não imaginei agora estava aqui, ali...
do meu lado.

estou aqui.

Saudade de você que já não via meus escritos, meus esporros e minhas fantasias.

Se lapso é espaço de tempo ou falta ou descuido, não estamos tão em desacordo assim...
afinal, qualquer lapso-abalo-curto-ciruito faz jus ao seu título.

Estou aqui meu blog!!