quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

o que mais quero.

Na verdade o que mais quero é viver.

Livrar-me de todo o mal,
banhar-me do bem e
trilhar os caminhos da paz que existem por aí.

O que mais faço é viver.
Livro-me das impurezas do corpo e alma,
banho-me de energia positiva todos os dias e
trilho os caminhos da felicidade.

E o que não quero é ver você parado.
Remando contra a maré, 
alimentando-se de ilusão e
colhendo solidão.

sábado, 13 de dezembro de 2008

verbalizar.

muito do que há acaba em verso ou prosa.
neste momento, acabo-me em verbo.
Desvirtualizar.
Desvirtualizando, mesmo não gostando de gerúndio,
por pura necessidade de complemento concreto.
simples.