sábado, 24 de março de 2012

carne, osso e sentimento.


Não desconte em mim sua desilusão
seu caso de amor mal resolvido
ou a frieza de outrem

Se vier para mim
venha com o espírito do recomeço
livre, saudável e sem amarras
assim, eu lhe tratarei como o primeiro

Não me venha com lamúrias
com dizeres de que a vida
não lhe ensinou a amar,
a desculpar ou a abraçar
venha gente
de carne, osso e sentimento

quarta-feira, 14 de março de 2012

na banheira de cores.



com mais um ano de vida,
coloquei meus pés dentro de uma banheira iluminada.
lá as luzes tinham as cores do arco-íris.
haviam bolhas que em contato com meu corpo,
proporcionavam uma das melhores sensações.
havia som porque sem música estaria vazia.
havia também um cheiro,
que me remeteu às areias úmidas de uma praia,
durante a bela noite de luar de um sábado.
ao sair desta banheira não senti que envelheci.
senti que rejuvenesci para mais uns anos de vida que eu espero ter.